17 de Julho de2024


Área Restrita

ARTIGOS Quarta-feira, 20 de Março de 2024, 07:30 - A | A

Quarta-feira, 20 de Março de 2024, 07h:30 - A | A

Danielle Ruiz

O papel das lideranças e a mentalidade de crescimento

No mundo em constante evolução, é certo que a mentalidade de crescimento é um elemento fundamental para o sucesso. Nunca, em nossa história, vivemos tantas mudanças sociais, profissionais, políticas e até mesmo pessoais que de alguma forma nos exercitem a ver novas possibilidades e nos ajudem a enfrentar desafios em todos os sentidos.

O princípio da mentalidade de crescimento é aprender, e se soubermos cultivá-la teremos inúmeros e profundos benefícios, pois só cresce quem se permite inovar, só cresce quem é curioso, ou quem enfrenta dificuldades e persiste frente a elas.

A definição do termo ‘mentalidade de crescimento’ se popularizou pela psicóloga Carol Dweck a partir do termo mindset, que na tradução literal significa mentalidade ou modelo mental. Ela é professora de psicologia na Universidade Stanford e estudou durante décadas a predisposição de pessoas, sociedades e organizações/empresas para certos tipos de pensamento ou comportamento.

Afinal, que tipo de mentalidade você possui, fixa ou de crescimento? Como isso vem afetando a sua vida, o seu negócio ou carreira e a sociedade? Essa reflexão é necessária a todos que ocupam papel de liderança, em casa e/ou no trabalho.

Como pode observar, a “mentalidade de crescimento” não se refere apenas à área profissional, abrange vida pessoal e comunitária. São modelos mentais (crenças e hábitos) que nos guiam ao longo da vida e que geram maior ou menor facilidade para enfrentar desafios e assim crescer.

Os líderes com mentalidade fixa tendem a acreditar que a inteligência é um dom inato e imutável, então, errar para eles é algo insuportável, por isso há uma tendência muito maior desse grupo para sair da zona de conforto, além de não receberem muito bem as críticas.

Já aqueles com mentalidade de crescimento enxergam a inteligência como algo a ser construído, portanto, buscam se aperfeiçoar o tempo todo. Eles enxergam o erro como caminho para o aprendizado, persistem diante dos obstáculos e usam os feedbacks para melhorar seu desempenho.

O primeiro passo para nos desenvolver é identificar que podemos trabalhar algumas dessas características para potencializar a nossa vida. Outra postura importante é aprender com os erros. Apenas bons líderes conseguem transformá-los em aprendizados e depois compartilhar esses insights.

O terceiro ponto é incentivar o aprendizado coletivo, que inclui ouvir outros pontos de vista, trabalhar de forma colaborativa, externalizar os desafios enfrentados e buscar novas soluções. Essa capacidade de “adaptação” torna o líder mais completo e capaz de resolver problemas.

A mentalidade de crescimento pessoal vai abranger lazer, família, hobbies e horários do autocuidado. "O mais importante na vida é a família", destacou em entrevista Cristiano Ronaldo, o melhor jogador do mundo, que apesar de ter muito dinheiro, carro e fama, encontra seu principal apoio junto da família.

No profissional, vem nos questionar sobre as inovações que vamos levar para o nosso dia a dia. Como estão os processos da nossa empresa? Como estamos liderando? Estamos tendo bons resultados? Estamos acompanhando a evolução?

Já em relação ao crescimento social, é importante avaliar como você e sua empresas estão inseridos na comunidade. Um exemplo é Bill Gates (dono da Microsoft) e a ex-esposa Melinda, que declararam a intenção de repassar US$ 10 milhões de herança para cada um de seus três filhos.

Se essa meta for cumprida, eles terão doado mais de 99% de sua fortuna antes de morrer para ajudar a quem precisa. Isso significa que a maior herança dos Gates será um mundo melhor. Ele acredita que cada um deve fazer sua parte para termos mais justiça social, ambiental e climática.

Outro grande empresário filantropo, que faleceu recentemente, aos 87 anos, deixando um legado, foi Abílio Diniz. Ele tem uma frase que pode nos ajudar a persistir na construção de uma nova mentalidade para todas as áreas da nossa vida: “Quero ser hoje melhor do que fui ontem, e amanhã, melhor do que sou hoje”.

 

*Danielle Ruiz, palestrante e coaching de alta performance, Master programação neurolinguística, Gestão de Equipes, e A ciência do bem-estar pela Universidade de Yale

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]