21 de Maio de2024


Área Restrita

DESTAQUES Quinta-feira, 10 de Novembro de 2022, 13:58 - A | A

Quinta-feira, 10 de Novembro de 2022, 13h:58 - A | A

DESTAQUE

Alunos do CEP são premiados na MOBFOG

Equipe formada por quatro alunos conquistaram o segundo e o terceiro lugar

Wellington Camuci

Conhecer o universo que está além do que vemos é o sonho de muitas crianças, muitas já se imaginaram astronautas, ir até a lua e até construir um foguete. E por que não construir um foguete de garrafa pet? Fazer várias experiências misturando química, física, matemática?

Em Primavera do Leste, quatro alunos do Centro Educacional Primavera – CEP aceitaram o desafio e foram até o Rio de Janeiro para a Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), uma olimpíada inteiramente experimental, que consiste em construir e lançar foguetes construídos pelos próprios alunos.

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

Através da disciplina de Iniciação Científica que busca preparar os alunos para o Ensino Superior. “Com a nova abertura da ABNCC, trabalhamos este ano para participar do evento de lançamento de foguete”, explicou a professora de Iniciação Científica e Física Laura de Faveri.

“Esse é um evento nacional de incentivo a Iniciação Científica, de pesquisa, de desenvolvimento, de pesquisa na área de lançamento de foguete”, completou.

Quem representou o CEP foram os alunos do Ensino Médio Vinícios de Oliveira, Enzo Daltrozo, Isabella Lorenzzon e Giovanna Brunetta, que tiveram que colocar a mão na massa e, claro, nos livros, para desenvolver todo o projeto e conseguir alcançar o objetivo de lançar um foguete o mais longe possível.

E para chegar até o MOBFOG, os alunos tiveram um longo percurso para aprender tudo sobre o assunto, afinal, lançar um foguete não é só encher uma garrafa com vinagre e bicarbonato de sódio. Os estudantes começaram com o projeto no início do ano, a primeira fase durou seis meses de preparação.

Neste tempo os alunos tiveram que construir as bases de lançamento e os foguetes. Após a preparação, foram realizados os primeiros lançamentos e inserção dos dados no sistema. Com isso, a escola foi convidada para MOBFOG em Piraí, no Rio de Janeiro, conseguindo ficar em 2º e 3º lugar. Na região de Primavera do Leste, os alunos do CEP conseguiram os maiores lançamentos, ficando em primeiro lugar.

Além da competição, a experiência em participar de um evento como esse, traz muito aprendizado. Para Enzo Daltrozo, o projeto proporcionou a troca de experiências e conhecimentos além dos que já havia adquirido. “Esse negócio da competição, entender melhor como é que funciona o lançamento de foguete, toda a reação, todo o equipamento, a gente teve palestras então foi bem legal a experiência”, disse.

Isabella Lorenzzon, costuma participar de eventos promovidos pela escola, principalmente quando é uma novidade. Ela disse que o que vivenciou e aprendeu com o projeto, é algo que poderá ser aplicado em várias áreas. “A gente aprendeu sobre reações químicas, a gente aprendeu sobre física e também muito pela questão de se organizar e isso eu posso aplicar muito inclusive na escola, nos estudos”, ressaltou.

Na expectativa de chegar lá e soltar o foguete, o aluno Vinícios de Oliveira explicou que ao chegar lá, percebeu que era muito mais que apenas fazer o lançamento. “A gente saiu daqui querendo chegar lá e soltar o foguete. Lá conhecemos novos modelos de base, de foguetes e falou: ‘Olha, a gente podia ter feito assim’. Novas ideias, a experiência de ter viajado junto, conhecido novas pessoas e perceber que tem pessoas maiores que a gente e a gente tem que batalhar pra conseguir chegar lá”, disse.

Além de toda a experiência, os alunos perceberam que o projeto incentiva outros alunos a buscar mais conhecimento. “Eu acho isso muito importante para essa nova geração que está vindo, porque quando fomos para nós era só um foguete. E pra gente foi muito difícil pra gente começar porque a gente não tinha ideia de como montar a base, como que funcionava e foi na montagem que a gente começou a aprender como tudo funciona. Como a gente começou agora, poucas pessoas foram porque elas também não sabiam como era e quando esse assunto começa a ser ampliado e falado mais, as pessoas começam a se interessar”, disse Isabella.

A professora Laura ainda ressaltou a importância e despertar o interesse dos alunos pela ciência. Ela explicou que com o projeto, os alunos começam a ver isso com outros olhos. “A região de Primavera não costuma consumir muito conteúdo científico, às vezes é uma reportagem aqui, uma notícia que sai, mas não há um acompanhamento, um afinco, uma cultura, ainda. Mas durante o projeto, eu percebi uma mudança no decorrer das oficinas. O evento é um incentivador de pesquisa científica. Eles foram pra lá, fizeram as oficinas, assim foram ganhando mais corpo, mais conhecimento dentro da área científica”, finalizou.

 

MOBFOG

Em 2022, foi realizada a 25 ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica – OBA e a 16ª edição da Mostra Brasileira de Foguetes, MOBFOG. A OBA e a MOBFOG são eventos abertos à participação de escolas públicas ou privadas, urbanas ou rurais, sem exigência de número mínimo ou máximo de alunos, os quais devem preferencialmente participar voluntariamente. Veja o Regulamento da OBA e o Regulamento da MOBFOG.

Podem participar da OBA e da MOBFOG alunos do primeiro ano do ensino fundamental até alunos do último ano do ensino médio, sendo que da MOBFOG também podem participar alunos do ensino superior.

Álbum de fotos

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]