17 de Julho de2024


Área Restrita

POLÍCIA Quarta-feira, 19 de Junho de 2024, 17:00 - A | A

Quarta-feira, 19 de Junho de 2024, 17h:00 - A | A

TOLERÂNCIA ZERO

Forças de segurança realizam oito operações em um único dia

Duas foram deflagradas em decorrência de investigações da Polícia Civil e seis empregam reforço ao policiamento ostensivo da PM

Jaqueline Hatamoto/Com PJC

Desde as primeiras horas da terça-feira (18), as forças de segurança de Mato Grosso já estavam nas ruas de pelo já estavam nas ruas de pelo menos oito cidades diferentes de forma simultânea. O objetivo: combater crimes de diversas naturezas em operações deflagradas para o cumprimento de mandados de prisões, buscas e reforço ao policiamento ostensivo.

Em Lucas do Rio Verde, Sorriso, Sinop, Tapurah e Cuiabá foi realizada a Operação North Banks, deflagrada pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Civil, para cumprimento de 20 mandados judiciais, sendo 13 de prisões e sete buscas contra furtos a agências bancárias.

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

A investigação apura os delitos de organização criminosa, furto qualificado, porte ilegal de arma de fogo e corrupção de menores praticados por um grupo que se formou para planejar e executar furtos a bancos em Sorriso e Lucas do Rio Verde. As ações criminosas ocorreram entre os meses de abril e junho de 2022.

operacao 2.jpg

 

Sete furtos tiveram como alvos agências do Banco da Amazônia, Itaú e Banco do Brasil em Lucas do Rio Verde; e Banco do Brasil, Santander e Bradesco em Sorriso.

A GCCO iniciou as investigações e apurou dois presos, ambos à época recolhidos em unidades prisionais do estado se revezaram no uso dos telefones celulares identificados de onde partiram as ordens aos executores responsáveis pelos furtos.

 

Operação Fashion Scan

Já a Delegacia Especializada de Estelionato e Outras Fraudes de Cuiabá deflagrou a Operação Fashion Scam para cumprir cinco ordens judiciais que têm como alvo um homem que se apresentava como diretor artístico para angariar valores de vítimas para supostos ensaios fotográficos e contratos publicitários internacionais. A atuação da polícia também inclui ações na cidade de São Paulo (SP).

As investigações iniciaram em janeiro deste ano, quando a vítima procurou a Polícia Civil para comunicar que uma pessoa que se passava por diretor visual e artístico havia entrado em contato com ela, por meio do aplicativo Instagram, se dizendo interessado em trabalhar em parceria.

Durante o período em que conversaram, o suspeito demonstrou vasto conhecimento e disse que era vinculado a importantes revistas e agências de publicidade internacionais.

Após algum tempo as tratativas passaram a ser realizadas pelo WhatsApp, quando o suspeito passou a propor a realização de ensaios fotográficos para revistas internacionais, solicitando à vítima transferências de valores para pagamento de despesas com fotógrafos, maquiadores e outros profissionais que estariam envolvidos.

Acreditando nas promessas feitas pelo suposto diretor artístico, a vítima realizou diversas transferências de valores ao suspeito, totalizando o valor aproximado de R$ 300 mil.

 

Outras operações

A Secretaria Adjunta de Integração Operacional (Saiop), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), também está com cinco operações em andamento. As ações visam fortalecer o policiamento ostensivo levado às ruas pelas unidades da Polícia Militar, com reforço de equipes das Forças Táticas, Rotam, Companhia de Moto-patrulhamento, Cavalaria, Bope, entre outras.

Em Alto Araguaia (415 km de Cuiabá), a Sesp realiza a Operação Mancha Criminal, que tem como foco a prevenção dos homicídios. Na cidade de Sorriso (a 420 km), intensificou a Operação Vitae, que já está na 15ª fase, e visa combater o tráfico de drogas e organizações criminosas.

As operações também ocorrem nos municípios de Poconé (distante 104 km da Capital), Novo Mundo (a 785 km), e no distrito de Manso, em Cuiabá.

Em Poconé, onde ocorre a Operação Lustrum, o objetivo do reforço ao policiamento é a repressão às atividades de organizações criminosas no tráfico de drogas. Em Novo Mundo, as equipes policiais reforçam o trabalho da Patrulha Rural com policiamento no campo. Em Manso, a PM faz a prevenção e repressão à criminalidade.

Em Sinop, a Polícia Militar lançou a Operação Comando Itinerante, na qual 50 policiais de unidades militares do policiamento especializado trabalham com abordagens, buscas e checagens em áreas com maiores incidências criminais.

O secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM Fernando Tinoco, destaca a importância dessas ações ostensivas, da presença forte das forças policiais, e agindo preventivamente ou na restauração da ordem e segurança da população.

“Vamos continuar levando reforço ao policiamento, com equipes especializadas, a todos as regiões do Estado. Hoje, com os investimentos feitos pelo Governo do Estado, além de capacitados, nossos policiais estão equipados para o enfretamento necessário à criminalidade”, analisa o coronel.

“Nossas ações e resultados têm comprovado, cotidianamente, que, assim como o governador Mauro Mendes determinou, em Mato Grosso a tolerância é zero para todas as modalidades criminosas”, completa o secretário.

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]