21 de Maio de2024


Área Restrita

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES Quarta-feira, 27 de Março de 2024, 10:00 - A | A

Quarta-feira, 27 de Março de 2024, 10h:00 - A | A

EM INVESTIGAÇÃO

Assassinato de engenheiro em Primavera do Leste segue sem conclusão

Afrelino foi morto em 2022, logo depois de deixar uma academia da cidade

Jaqueline Hatamoto

Já se passaram um ano e quatro meses, desde quando o engenheiro-agrônomo, na época com 35 anos, Afrelino Baptistella Júnior, foi assassinado na Avenida dos Lagos em Primavera do Leste, no início da noite do dia 22 de novembro de 2022. O crime ainda segue sem apresentação de suspeitos e sem ser concluído, mesmo com a realização de inúmeras diligências realizadas pela Polícia Civil.

O crime ocorreu por volta das 18h30. Afrelino conversava com uma amiga dentro do veículo Volkswagen Amarok, quando foram surpreendidos pelo autor dos disparos. O atirador chegou em uma motocicleta, se aproximou dos dois, fez vários disparos em direção a Afrelino e fugiu em seguida. No local, foram encontradas cápsulas deflagradas de calibre 9mm.

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

A vítima foi atingida na cabeça e no pescoço e perdeu o controle do veículo, que atravessou a avenida em que estava e acabou colidindo em outro carro, que estava estacionado do outro lado. A mulher foi atingida com um disparo de raspão no braço direito e recebeu atendimento médico.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas Afrelino já se encontrava sem sinais vitais.

A motivação do assassinato não foi completamente esclarecida pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. E o inquérito que deveria ser concluído em 30 dias, segue aberto, tendo em vista que até o momento nenhum suspeito foi apresentado. E é esta falta de novas informações que tem deixado a família da vítima aflita em busca de respostas.

Na época do crime, uma das hipóteses apresentadas pela Divisão de Homicídios, é que a motivação poderia ser passional e essa uma das linhas de investigação. “As investigações estão bem no começo, porque até o momento tem pouco mais de 48 horas da ocorrência do crime (…). Mas está em andamento, nós estamos realizando diligências e conforme as informações forem surgindo, nós vamos checá-las. Se for o caso, utilizá-las durante a investigação para chegar na motivação e na identificação dos envolvidos”, foi o que disse o delegado responsável pelo caso na época, Alan Vitor Souza da Mata.

Procurada pela reportagem, a Polícia Civil se manifestou através de nota, onde afirma que novas diligências estão sendo realizadas na tentativa de coletar mais informações que possam levar ao esclarecimento do crime. Em nota, a Polícia Civil enfatizou o compromisso com a investigação, destacando o empenho contínuo dos investigadores para solucionar este caso complexo e proporcionar algum consolo aos familiares de Afrelino e à população de Primavera do Leste.

“Reiteramos ainda que, desde o registro do crime, um caso bastante complexo, a Polícia Civil realizou inúmeras diligências e permanece com todos os esforços investigativos empregados para elucidar o homicídio e dar uma resposta aos familiares da vítima e à população primaverense”, informou a PJC em nota.

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]